(11) 4249-2545 (11) 4249-0224 (11) 94797-6909 (11) 95466-3011 Chamar pelo WhatsApp
Centro de Recuperação para dependentes químicos

Centro de Recuperação para dependentes químicos

A dependência química no Brasil está se tornando assustadora, principalmente com relação aos números de crimes, mortes entre outros por conta da dependência química. A dependência química é tão poderosa que não afeta apenas o dependente, mas é capaz de afetar toda a família que está ao redor através da co dependência.

Para a dependência química existem tratamentos de dependência química e alcoolismo também, para isso é importante que a família do dependente se antene com relação ao fato de que o mesmo está em uma situação de fragilidade. Dificilmente o dependente procura ajuda, pelo contrário o dependente é capaz de achar que está tudo bem e que então consegue sair dos vícios sozinho, ledo engano!

O que é dependência química?

Essas dúvidas são relativamente comuns principalmente com relação aos familiares que notam que seus entes estão de certa forma completamente diferentes do que eram para estar. A dependência química nada mais é do que uma condição que é tanto física quanto psicológica que comumente é causada pelo consumo constante de substâncias e entorpecentes psicoativos.

E ela ocorre por diversos motivos: curiosidade, seguir os amigos nas rodas para passar como descolado (a), alguns fatores genéticos podem sim influenciar, excesso de tristeza, entre outros. É importante que a família não se sinta culpada, pois não tem como saber além da base do diálogo o que a pessoa está pensando.

A dependência química é extremamente prejudicial, dependendo da substância utilizada a pessoa em 1 ano pode se tornar um indivíduo completamente diferente. Se a família não der apoio e tentar a recuperação os passos seguintes são piores, geralmente o usuário se não tem posses começa a roubar e então passa para o último patamar.

O que fazer ao reconhecer a dependência química?

Alguns sintomas de uso de drogas, fazem com que a família se alerte se for no início melhor ainda! Quanto mais cedo descobrir melhor é, afinal toda a doença quando tratada no início tem chances maiores de cura não é mesmo? A mesma coisa acontece com o dependente químico.

Ao reconhecer a dependência química você tem duas opções: internação voluntária ou internação involuntária. A primeira opção reside na parte em que você procura conversar com seu familiar e abrir um diálogo franco para verificar quais as chances que há do mesmo realmente querer ser ajudado. Quanto a dependência química geralmente os dependentes não aceitam nenhuma espécie de intervenção, é nesse momento que deve ocorrer a intervenção involuntária.

Para que a família possa solicitar a internação involuntária em uma clínica de recuperação existe uma Lei que ampara a mesma, a Lei de nº 10.216 de 06 de abril de 2001, essa lei foi feita para garantir a integridade física e psicológica do usuário e da família do usuário.

Geralmente os processos são feitos com todo cuidado possível para que o dependente não se machuque e para que o dependente não ofereça resistência, esse é um momento muito doloroso para família então é sabido que sofrerão, pois, a carga emocional é intensa.

O que não fazer ao reconhecer a dependência química

Nunca brigue, não adiantará e com a alteração do sistema nervoso seu familiar não está em seu juízo perfeito, não seja codependente, ou seja, nunca colabore de forma nenhuma com o vício. Isso ocorre muitas vezes quando a família tenta manter o jovem ou familiar dentro de casa e acha que sustentando o vício dará certo.

A palavra aqui é grave essa é a palavra para definir dependência química, jamais colabore, porém não brigue, não se exceda tente ter um dialogo aberto e tenha paciência. Seja firme, mas não rude.

Se o seu familiar não estiver interessado (a) em um tratamento mantenha a firmeza e tome a decisão por ele (a), lembre-se que nesse momento está agindo em prol da vida dessa pessoa e tome a decisão correta, se for preciso internar então essa é a solução.

Considerações Finais

Se está passando por esse problema em sua família saiba que o Grupo Intenaçao Clínicas de Recuperação de Drogados e Alcóolatras vem lidando com essas doenças a 16 anos. Estamos abertos ao seu questionamento e também dispomos de ajuda psicológica para os familiares do dependente.

Planos de Saúde para Tratamento de Dependetes Químicos