(11) 4249-2545 (11) 4249-0224 (11) 94797-6909 (11) 98629-2354 Chamar pelo WhatsApp

Esquizofrenia internação compulsória

Esquizofrenia internação compulsória

Segundo a lei de número 10.216 respaldada em todo o território brasileiro, existem três tipos de internação psiquiátrica, sendo elas: internação voluntária, involuntária e compulsória.

A internação compulsória é determinada pela Justiça – e nem mesmo os familiares do paciente precisam aceitá-la. O pedido é realizado formalmente por médicos que, ao analisarem o paciente, atestam que ele já não tem consciência sobre sua condição tanto física como psicológica - o que muitas vezes, pode acarretar em riscos de vida para o próprio ou para a sociedade ao seu redor.

Neste sentido, cabe destacar que a esquizofrenia é um transtorno mental que muitas vezes precisa ser tratado pela internação compulsória, podendo ela ter a duração de semanas, meses ou até mesmo períodos mais longos.

A esquizofrenia, diferentemente do que o senso comum costuma atrelar a mesma, não se trata de um transtorno de múltiplas personalidades. Na realidade, a doença de caráter crônica e extremamente complexa faz com que o indivíduo já não consiga mais distinguir entre experiências vividas no campo da imaginação ou na realidade.

Os tratamentos para esse transtorno são frequentes em diferentes fases da vida do paciente, motivo pelo qual a esquizofrenia internação compulsória também é comumente necessária quando o próprio indivíduo ou seus familiares não aceitam a necessidade da internação.

O tratamento da esquizofrenia internação compulsória é realmente complicado, uma vez que o médico ou psiquiatra precisa entrar em conflito com as vontades familiares ou do indivíduo em questão. Mas, é necessário compreender que a esquizofrenia internação compulsória é necessária para que a doença possa ser tratada.

Com a esquizofrenia internação compulsória, realizada em uma clínica de internação, o paciente será submetido a ações, tratamentos, técnicas e programas terapêuticos/psiquiátricos que lavarão a melhora de sua condição, e é claro, ao reconhecimento da importância da esquizofrenia internação compulsória.

Além disso, a esquizofrenia internação compulsória em uma clínica de internação também permite que o indivíduo venha a garantir a sua reinserção na sociedade – assim como em sua rotina de trabalho ou social – o quanto antes, e sem oferecer nenhum tipo de risco à sua própria vida ou aos indivíduos que pertencem ao seu círculo social.

Planos de Saúde para Tratamento de Dependetes Químicos